Fernando Retorno

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Fernando Retorno

Mensagem  Fernando_RJ em Qui Nov 12, 2015 9:29 am

Amigos, depois de um tempo distante, estou aqui de volta. Volto por que aqui foi o início da minha recuperação e onde encontro problemas mais similares.

Conheci o forúm em julho do ano passado e tenho tentando parar com PMO. E preciso ficar sincero... desde aquele momento não consegui ficar um mês em abstinência. Isso me frustra muito, mas de alguma forma o processo de auto-conhecimento no qual entrei foi muito grande e hoje sei muito mais de mim do que no passado. Eu frequento uma irmandade anônima chamada Dependentes de Amor e Sexo e me identifico muito com ela, pois, no fundo o meu problema é com obsessão sexual. Já pratiquei muito sexo anônimo, com pessoas estranhas sem nenhuma intimidade e que me fez muito mal. Alías, não acreditem que ter contato com garotas/garotos de programa seja a solução de seus males, pois não é. O processo de fantasia é o mesmo.

Costuma ir nas boates sempre sozinho e quase sempre em busca de sexo. Isso não faço mais. Também não frequento chats (ótima opção para me isolar). Nesses sites só há pessoas perturbadas emocionalmente ou sexualmente. Cheguei a cortar a internet por algum tempo em casa (moro sozinho).

Amigos, tenho que confessar que sou incapaz de gerir minhas vontades. Faço um esforço e as vezes consigo. Se simplesmente o acesso a pornografia se dá de alguma forma, eu acabo caindo em determinado momento, como uma forma de auto-punição. Ontem eu recaí feio, fiquei 4 horas assistindo todo tipo de vídeo e me masturbei 4 vezes com a absoluta certeza que aquilo estava me matando... numa determinada hora comecei a sentir náuseas. Já estava umas três semanas limpo de P com alguma masturbação. E não adianta a afirmação que pornografia está acabando comigo. Eu seu disso. De alguma forma tenho que aceitar essa minha personalidade teimosa em não querer aceitar a realidade. O caminho do vício, qualquer um deles, desemboca na morte.

Tenho que reler o livro, mas confesso que essa ideia dos 90 dias sem PMO me parece muito difícil de alcançar e nãop acredito que seja uma solução, embora cientificamente possa fazer sentido. Preciso de fé, mas também a cada momento reconhecer que sou fraco diante do vício e que só vou conseguir realmente sair dessa confusão quando me entregar a que Deus planeja para mim. E agir nesse sentido. E isso é difícil. Meu orgulho quer a satisfação.

Escrevo e aceito retornos de vocês. Estou aqui para sentir que existe vida, pois ontem eu morri. Embora virtual, tenho muito estima por algumas pessoas aqui.
avatar
Fernando_RJ

Mensagens : 49
Reputação : 4
Data de inscrição : 12/07/2014
Idade : 37
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum