É preciso ser radical!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

É preciso ser radical!

Mensagem  Fênix em Sex Maio 09, 2014 9:05 pm

cada vez mais me convenço de que na vida ás vezes é preciso ser radical em algumas coisas... Na questão do nosso vício por exemplo, pra parar tem que ser sim-sim, não-não, ou vc quer parar ou não quer! Não tem espaço pro "talvez".
Não adianta pensar: "eu quero parar de me masturbar, mas vou fazer só uma vez hoje..." Ou ainda "quero parar com o pornô, mas vou só dar uma olhadinha no redtube pra ver se tem alguma novidade..." Ou pára ou não pára! Nossa força de vontade não pode ser como fogo de palha, não adianta só querer parar agora, tem que querer com firmeza, 24 hrs por dia, e não podemos ter medo da hora em que bater a vontade, temos que ver essa hora como uma grande oportunidade de mostrarmos que realmente queremos parar e que temos força suficiente pra isso, eu perdi vários anos da minha vida por causa da masturbação e da pornografia, não quero perder mais nem um minuto! já cansei de só tentar parar, agora eu quero conseguir! tenho fé em Deus e confiança que desta vez é de verdade, pra sempre. Um grande abraço amigos, vamos sair dessa. bom
avatar
Fênix

Mensagens : 523
Reputação : 78
Data de inscrição : 02/05/2014
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: É preciso ser radical!

Mensagem  Magrao em Sex Maio 09, 2014 11:13 pm

Eu também estava cansado de tentar parar e não conseguir. Quando encontrei o fórum e o ebook, pensei: "agora não tem mais desculpa. É agora ou nunca". Eram a informação e o apoio de que eu precisava. E fui radical: abandonei facebook, joguei fora tudo que lembrava pornografia, criei uma disciplina para não recair e levei-a a sério. Hoje, aos 69 dias, eu posso até me dar ao luxo de burlar a disciplina eventualmente. Mas no início não dá: é sair de casa todos os dias, não ficar boiando na internet, etc.

E é isto: é tentar parar. E não "vou diminuindo aos poucos". É preciso tentar parar, quantas vezes forem necessárias. E cada vez que você tentar, será mais fácil do que a vez anterior.

Eu acredito - e é uma opinião pessoal - que há momentos em que damos grandes saltos no nosso processo. Momentos difíceis que, se passamos por eles, tornamos mais fácil a caminhada. Por exemplo:

- Após uma recaída, não se deixar levar pelo "efeito caçador". Sair de casa e negar ao corpo a "farra pornô".
- Num momento de dor ou frustração, sair de casa e não permitir uma recaída.

Será justamente nesses momentos difíceis que poderemos ensinar ao corpo, de forma mais enfática e eficiente, que pornografia e masturbação não são mais uma opção. Pois são nesses momentos que o vício tenta se impor sobre você. É o que ele está acostumado a fazer, há anos: na dor, ele assume o comando do seu corpo. Após uma recaída, ele assume o comando do seu corpo (pelo efeito caçador). Então, superar esses momentos, não dando o que o vício quer, é um enorme ensinamento ao corpo sobre como será a vida dali pra frente.

Esta série de reinicialização pela qual passo - 69 dias sem MO e 75 sem Pornografia - começou justamente quando eu recaí e, após isso, neguei ao meu corpo a "farra do pornô" do 'efeito caçador'. Após uma recaída eu saí de casa e fui viajar. Foi uma masturbação e nada mais. Talvez o Circuito de Recompensa tenha ficado decepcionado, mas isto já o foi preparando para a nova realidade sem Porno e sem Masturbação.

É preciso desacreditar o corpo, que sempre terá esperanças que a pornografia e a masturbação irão voltar. Mas não é uma luta interna contra si. É apenas não dar atenção, saindo de casa e não se permitindo ficar em situações que dêem brecha para uma recaída. Depois de tanto sonhar com a volta do pornô e masturbação, e isso não retornar, o corpo vai desistindo. Claro que em momentos de fraqueza ele tentará te fazer recair, mas aí você vai desiludir ele novamente, se precavendo, saindo de casa, ocupando-se. Vai ser outra decepção para o vício.

É dessa maneira que você vai re-educando seu corpo. Na minha opinião, os momentos mais difíceis são os que mais ensinam ao corpo que pornografia e masturbação não são mais opção. Ao superar esses momentos, torna-se muito mais fácil viver o cotidiano e chegar aos 30, 60 dias sem PMO. E logo, em poucas semanas, você já estará impressionado com os ganhos de se abandonar o vício, e aí que você não vai querer voltar para a pornografia mesmo. Seu próprio Circuito de Recompensa estará besta com a quantidade de outros prazeres que ele encontrará, e a masturbação vai parecer um prazer ridículo e tacanho perto da sua nova vida. É por isso também que quanto mais você avança, mais fácil fica. Porque, entre outras coisas, a vida distanciando-se do vício fica mais prazerosa, mais bela, uma vida de cabeça erguida, sem históricos para esconder, cheio de energia e se achando cada dia melhor.

_________________

avatar
Magrao

Mensagens : 328
Reputação : 62
Data de inscrição : 02/03/2014

Ver perfil do usuário http://www.vivasempornografia.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum